quinta-feira, dezembro 22, 2011

Starry starry night

Cartas a Théo 7 de janeiro de 1882 "E ainda há uma coisa que me impressionou, e me impressionou muito: eu havia dito que a modelo não deveria vir hoje - não havia dito por que -, mas a pobre mulher apareceu assim mesmo, e eu protestei. "Sim, mas eu não vim para posar, eu vim simplesmente ver se o senhor tinha o que comer": ela me trazia uma porção de vagem e batatas. Apesar de tudo na vida há coisas que valem a pena." Amigos e solidariedade sempre valem a pena. Beijos e boas festas a todos.

2 comentários:

jo fevereiro disse...

Um dos mais emocionantes trechos das "Cartas", que trazem a emoção no mais alto grau. E a música, inspiradíssima, uma das maiores homenagens que se poderia fazer ao Vincent. Obrigado pelo presente, Beth.
Boas festas para você também. BJo!

Elizabeth disse...

Belos mesmos , a arte salva. beijao Jô