segunda-feira, junho 22, 2009

Africanos em Lisboa


No Largo de São Domingos eles se reúnem cotidianamente: algaravia de linguas africanas. Também vi alguns indianos, mas africanos, muitos.
Gostei muito desse lugar, a velhissima igreja foi incendiada durante o terremoto do século 18 e continua assim. É um lugar forte, lugar da Inquisição.
Ali tem outra coisa ótima, o bar da Ginja, com seus 100 anos, sei lá, uma portinha que vende o licor feito da fruta, aguardente e canela, e é uma delícia.
Neste blog sempre entra gente de Lisboa e da África, então fica uma homenagem a eles.

4 comentários:

Simone del Río disse...

Maravilhoso. Perto do Rossio.

Saramago no esplêndido Memorial do Convento fez desse lugar o palco privilegiado do romance.
A última vez que estive lá a visão da Igreja embaralhava com as imagens do livro.
De vez em quando passeio nas suas belas páginas.

Elizabeth disse...

Olha só,preciso ler este. Adoro aquele lugar. Ia lá quase todo dia.

Passeia nas (suas) belas páginas de Saramago ou nas minhas?
rs
êta lingua essa

Simone del Río disse...

As suas.

Elizabeth disse...

Yesss!