domingo, outubro 14, 2007

Cosmic blues



Viagens, ácidos, fumo, cavernas, sexo
geral:
utopias sem muros
humanidade a ferver no caldeirão quase mágico:
peregrinos nas praias, nos himalaias, em Katmandu
Paris, Berlim, Praga, São Paulo e Salvador
som imaginário, clube da esquina, pink
pedras a rolar

e metralhadoras apontadas para a tua cabeça

sonhos inacabados, pesadelos intermitentes

não quero mais tanta lembrança
só História

4 comentários:

jo fevereiro disse...

Que essa História (juntando-se a dos vencedores e a dos vencidos), seja cada vez menos indigesta e comece a fazer bem à saúde física, mental, espiritual, social, ecológica, etc...

Elizabeth disse...

JÔ, e que, portanto, possamos vê-la com mais distanciamento.

jo fevereiro disse...

E, finalmente, passar a fazê-la cada vez melhor.

Sérgio Luyz Rocha disse...

Oi...nem sabia do seu blog (mania de não olhar os perfis mais a fundo lá no orkut...)...cosmic blues!!! é isso...sem concessões...direto ao ponto...