terça-feira, junho 26, 2007

Prosseguem as Invasões Bárbaras

Foto Alaor Filho/AE
Deu no Estadão on-line de hoje, com esta chamada:
Doméstica reconhece adolescentes agressores

RIO - A empregada doméstica Sirlei Dias Carvalho Pinto, de 32 anos, reconheceu informalmente os cinco acusados pelo espancamento contra ela, na manhã de sábado, 23, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. A vítima disse que o único que não participou do ato de vandalismo foi o universitário Leonardo de Andrade, de 19 anos.
Sirlei reconheceu Rubens Arruda, de 19 anos; Felippe de Macedo Nery Neto, de 20 anos; Júlio Junqueira, de 21 anos; e Rodrigo Baçalo, de 21 anos, como os agressores. Todos devem ser indiciados por tentativa de latrocínio.
"Eles bateram várias vezes na cabeça da moça, ou seja, aceitaram o resultado-morte. Além disso, roubaram os pertences, como celular, carteira, que eram a única riqueza que ela possuía. Trata-se de uma tentativa de latrocínio", disse o titular da delegacia da Barra (16º DP), delegado Carlos Augusto Nogueira, que investiga o caso."
Achei interessante a qualificação "adolescentes" para homens de 19, 20 e 21 anos.
Em geral não é usada quando se trata de agressores da oura classe que não esta, cariocas moradores da barra da Tijuca, estudantes de Direito, filhos desse e daquele.
Daquele que disse para as câmeras: "São crianças que trabalham e estudam, não podem ficar presas!"
Disse ainda:"Eu já pedi desculpas".
Esses tipos vivem por ai, depois das tragédias, pedindo "desculpas", vejam bem, não é nem perdão.
Na cadeia, os "adolescentes" disseram que confundiram a domestica com uma prostituta... Claro, não haveria problema se fosse..
A opinião mais lucida foi a do pai da moça agredida. Ele disse que essa violência tem muito a ver com a forma como esses pais tratam os filhos, dando tudo o que querem, e não querendo saber dos seus passos. É isso aí.

3 comentários:

Mario disse...

É querida Beth... tempos que vivemos!!!

Alfredo disse...

Um dos pais disse que o filho tem caráter, estuda e trabalha, e por isso não poderia ficar preso com marginais. A declaração deixa claro que a origem da atitude dos "jovenzinhos" vem de berço.

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.